Deus é «Um Filho da Puta» Saramago no conversas de Escritores

 

Embora a RTP-N tenha noticiado que o programa deste Domingo à noite (1/11/2009) seria uma entrevista a Dan Brown a propósito do lançamento do último livro do escritor « o Simbolo Perdido», a RTP- N voltou uma vez mais a trocar as voltas aos espectadores, apresentando desta vez uma entrevista ao Nobel da Literatura.

 Este programa (Conversas de Escritores)  que inicialmente ia para o ar ás quartas-feiras passou para os domingos à noite, é noticiado a sua ida para o ar às 23:00h, começando então às 23:20, enfim… começo a pensar que o melhor será mesmo  ver as entrevistas na internet e deixar de esperar pela RTP-N ou que a RTP-N  se decida finalmente a apresentar o programa no dia indicado à hora certa. num canal de cabo (PAGO) existem estas mesmas situações que nos canais em sinal aberto.

Passemos então ao que realmente  interessa… a dita entrevista a José Saramago, pouco mais veio a acrescentar de novo, senão a falta de modéstia que caracteriza o entrevistado. E saliento que uma vez mais Saramago continua com o enorme ego que todos lhe conhecem tão bem. Em suma uma entrevista aborrecida, onde o Sr. José Saramago se mantém fiel a si próprio. sem qualquer espécie de simpatia (sublinho tb. que não estava lá para ser simpático, mas sim para ser entrevistado) mas quanto a isto não vamos fazer qualquer espécie de confusão e nem desviar o tema para outras paragens. A entrevista decorreu na Biblioteca Municipal do Palácio de Galveias onde José Saramago foi muitas vezes ler livros quando não tinha dinheiro para os comprar. José Rodrigues dos Santos salientou (e muito bem) que o convidado seria o 1º Português a ganhar o pémio «Nobél» (ainda não percebi se se diz Nóbél ou Nobel ?)  (bem… pormenores) a ganhar o dito prémio na área de Literatura.

Eis então alguns excertos retirados da entrevista de José Saramago ao Programa «Conversas de Escritores» da RTPN de 01/11/2009

José Rodrigues dos Santos (JRS) -  Olá José Saramgo… o Senhor tornou-se escritor tardiamente… porquê?

José Saramago (JS) – Isso ninguém sabe, nem eu… é certo que em 1947, escrevi… não só escrevi, como dupliquei a terra do pecado publicando-o, (…) a terra do pecado que deria ter-se chamado A Viúva, mas o editor achou que o titulo era pouco comercial e não deixava de ter razão, porque nessa idade e nesse tempo eu de viúvas sabia pouco onde dos movimentos da alma e do corpo de uma viúva sabia pouco ou mesmo nada. escrevi também um outro romance chamado claraboia, que permaneceu inédito e continuará assim enquanto eu for vivo, depois façam o que bem entenderem, já cá não estarei, já não me importo. (…)

JRS – Uma das coisas que toda a gente fala é o facto de escrever com muitas virgulas, e agora até começou a escrever sem maísculas nos nomes próprios, isso é para criar um estilo original que o diferencia dos outros escritores?

JS – Não… nunca pensei nisso nesses termos, não sei se são muitas virgulas; eu creio que são as necessárias mas com muitas ou as indespensaveis há uma razão básica, que é uma tentativa talvez nem sempre lograda da aproximação do discurso escrito do discurso oral. (…)

JRS – Falemos sobre «Caím» é um livro que suscitou polémica ainda antes de ser publicado… eu devo dizer que o li… devo ter sido das primeiras pessoas a lê-lo, e confesso que depois de o ler acho que não teria havido polémica, se as pessoas o tivessem lido primeiro, no entanto há aqui algumas coisas que meressem  no entanto algumas questões; Este livro chama a Deus na página 82  «Filho da puta» estou a usar a sua expressão, na pág. 85 «Rancoroso» «Cruel» na pág. 86, «Invejoso» na 90, »Maldoso» na 106 e 116, e «Louco» na 136, não acha que se excedeu um pouco, é verdade que estas situações estão retiradas fora do contexto, mas mesmo no contexto não acha que pode usar um pouco o gratuito?

JS – Gratuito?  não… bem tirando o «filho da puta», que realmente poderia não o ter escrito, é que nem sequer pode ser filho da puta! … Deus não tem Mãe nem tem Pai não tem nada disso, bem ai talvez… reconheco que posso ter-me excedido. Agora no resto? Rancoroso?  francamente! implacavél? Cruel? é um em cada página. (…)

Esta entrevista na integra (em video) pode ser vista em:

http://ww1.rtp.pt/blogs/programas/conversasdeescritores/


  1. Pingback: Não fará falta « O Insurgente

  2. Jesus filha da puta, sempre fui religioso, tinha fé em deus que minha vida ia melhora mas esse filha de puta de deus filho de jesus ca o desgraado…..
    perdi tudo em minha vida , alias nunca tive nada mas nada duara mais de um meses hoje…. acabou minha vida joguei fora tudo que tinha dele…;.
    onde ele esta onde ????
    vivo de favor nem, dinheioro eu tenho para pegar um onibus sem emprego não tenho meulher me abandonou minha mae me abandou pedi meu filho….
    desgraçado de deus…
    de jesus

  3. Pela primeira vez eu concordo com alguém, mas não vou dizer que deus é filha da puta porque ele não existe, na verdade ele só existe na cabeça dos filhos das putas que
    fazem merda e depois ficam pedindo perdão a deus.
    Se você fez alguma merda o seu corpo deve pagar aqui e
    sua alma deve ir para o inferno, sem perdão !!!!!!

  4. Deus é realmente um filhoa da puta, desgraçado, louco, sádico, excêntrico, ditador e todas as outras formas possíveis de palavrões e ofensas.Se falássemos todos os xingamentos existentes em todas as línguas, ainda assim não descreveria como esse Deus é filho da puta.
    Ele adora julgar os homens mas não enxerga a si mesmo!Quem aqui pediu para nascer e existir?Quem pediu para cair nesse mundo de loucura e tragédia?
    Você pode dizer que as desgraças são culpa do homem.Mas não somos nós os reflexos de Deus?
    Se nós somos à imagem e semelhança desse Ser então significa que Ele é tão falho quanto nós.
    Ele nos criou para nos jogar no Inferno.
    Ele criou os nossos desejos e depois quer condená-los.Por exemplo o sexo.
    Deus é completamente louco e desvairado, e Ele só escolhe quem Ele quer.Não vê quando o povo de Israel matava seus inimigos?Deus nem ligava para quem morria.E esses que morriam não eram ainda filhos de d’Ele?
    Por quê ele nos criou se foi para deixar nós à deriva?
    Agoar eu compreendo Nietzche:”Deus está morto.”
    As pessoas não amam à Deus, elas têm apenas medo d’Ele…
    Me sigam meus amigos:@Sirius_Sol

  5. Deus não fez o homen pra ama-lo nós somos só uma pecinha do seu taboleiro ele ama a si mesmo a sua glória o que criou não o homen depois de ver bebês morrendo crianças morrendo de forma bizarras chego a conclusão que Deus não está nem aí para as emoções humanas ele é vaidoso ele se alimenta da humilhação do homen quer que nós o engrandecemos as vezes me pergunto se Deus e o Diabo que ambos começam com D são as mesmas coisas.

  6. Queridos amigos, todos vcs falem com lógica…essa é a verdade Deus é um louco,cruel, malvado, destruidor de esforços do home de anos Ele acaba em poucos dias…
    quer que o adoremos como se fossemos ”puxa sacos” de chefe…

  7. deus fdp fez eu perde o grand chase do meu pc agora eu so um merda desgraçado dum andante de merda que nao tem nem um gc no pc deus seu fdp de merda vtnc seu travesti mendingo de merda,pooooooooorrraaaaaaaaaaa esse deus nao esiste alguem ja viu?????
    deus e uma mentira pra nos dar coragem e esperança,nao existe esta bosta de esperança ou coragem so existe medo,terror,raiva e odio mt odio eu nao so ninguem nin guem me nota so uma merda mas deus tbm é :@

  8. triste e ter que ouvir ou ver um monte de babacas defendendo suas religiões achando que é dono da verdade. Deus ´´é bom , um bom filho da puta.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s