As Brumas de Avalon – Marion Zimmer Bradley

Com As Brumas de Avalon Marion Zimmer Bradley mudou definitivamente a opinião de quem era renitente às histórias do rei Artur e dos Cavaleiros da Távola Redonda, li esta história composta por 4 livros entre o final de 2001 e inicio de 2002, è um livro de referencia, apaixonante e do qual não conseguimos despregar olho. embora estejam divididos por 4 historias, que podem ser lidas independentemente umas das outras, as Brumas de Avalon de Bradley têm de ser lidas mesmo do primeiro ao último livro pela ordem apresentada. depois de as Brumas de Avalon, todas as histórias contadas sobre Artur, Morgana, Lancelot e  Guinevere, parecem não fazer sentido, e ser aquela a única e a original, (quando tal não corresponde a verdade) tal a força destes livros. uma obra imprescindivel nas estantes de quem ama os livros. (mesmo de quem não gosta deste género de histórias).

SINOPSE:
As Brumas de Avalon é um dos mais fantásticos épicos medievais alguma vez escrito, no qual Marion Zimmer Bradley recria as lendas Arturianas, desta vez narrado através do olhar das mulheres que, por detrás do trono, governaram os próprios actos masculinos e foram as verdadeiras detentoras do poder.

Num universo paralelo à Grã-Bretanha celta, a enigmática ilha de Avalon é a guardiã dos grandes mistérios eternos e sagrados. E os que estão destinados a viver nos dois mundos são, passo a passo, confrontados com as antigas tradições ligadas à Natureza, e às suas forças obscuras, e à nova fé cristã que procura espalhar-se no território.
No centro de A Senhora da Magia, primeiro dos quatro volumes desta saga, está Morgaine, a meia-irmã de Arthur, que se encontra num processo de iniciação para se tornar Grã-Sacerdotisa de Avalon. O seu grande objectivo é afastar a Bretanha da nova religião que encara a mulher como portadora do pecado original, ao mesmo tempo que desenvolve todos os esforços para colocar o seu meio-irmão no poder, como símbolo e líder da Bretanha unificada, sob a égide de Avalon e da Espada Mágica, Excalibur.
Num ambiente verdadeiramente mágico de paganismo, cristianismo, rituais mágicos e visões, sensualidade e realidade, A Senhora da Magia introduz-nos no mundo lendário do Rei Arthur, dos Cavaleiros da Távola Redonda e das Cruzadas. É o olhar feminino sobre o tempo da busca da paz e da unificação da Bretanha: cheio de inesperadas cintilações e magias, repleto de penumbras, brumas e rituais femininos. Uma perspectiva alucinante e vertiginosa de uma época onde tudo era possível através dos poderes das mulheres. Os outros titulos desta história, são A Rainha Suprema (II), O Rei Veado (III), O Prisioneiro da Árvore (IV)

 

Anúncios

2 thoughts on “As Brumas de Avalon – Marion Zimmer Bradley

  1. Foi por ter lido tantas obras que se referiam às histórias em torno de Avalon que nunca tive coragem para pegar nesta quadrilogia de M. Z. Bradley e da qual só leio opiniões que vão no sentido da tua. Como os tenho cá em casa pode ser que um dias destes me entusiasme. As lendas do ciclo artuiano são fascinantes!

  2. Já li desta autora. Se bem que não tenham sido “as brumas de avalon”.
    Mas, mesmo assim, adorei o que li.
    Foi “a casa na floresta”.
    Mas nunca experimentei “as brumas de avalon”, por isso… acho que o vou arranjar para a minha estante a ver se é ou não bom.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s