O Viúvo – Fernando Dacosta

“O viúvo é um romance diferente. Na sua narrativa, saturada de dor tranquila, caldeiam-se lances de realismo mágico, míudas observações do quotidiano pobre, reflexões e lembranças de um tempo revoluto, a ditadura, a guerra colonial, as romarias, os carrocéis, os cantores ambulantes, a mudança que chega através da televisão. É um melancólico, lúdico, lento romance, de estrutura e escrita aventurosa, perpassado por um canto agónico, às vezes iluminado por um riso novo, por comentários provocatórios, de uma inocência ou de uma acuidade invulgares.”  Urbano Tavares Rodrigues

 

 

Fernando Dacosta Veemente defensor do jornalismo-literário, isto é, do jornalismo como disciplina superior da literatura, Fernando Dacosta tornou-se, na sua geração, uma referência no género – que cultivou de forma muito personalizada e subjectivada. Emblemático na sua obra, o romance O Viúvo (fascinante metáfora sobre a perda, por Portugal, das colónias) assume simbologias irrecusáveis na ficção produzida pela nossa língua. Entre os vários galardões conquistados, o autor (nascido em Luanda, criado em Lamego e radicado em Lisboa) soma o Grande Prémio de Romance Círculo de Leitores (pelo presente livro), o Grande Prémio de Teatro RTP, o Prémio da Associação dos Críticos de Teatro, o Prémio Fernando Pessoa e dois prémios Gazeta. Em 2005 foi agraciado com a Ordem do Infante D. Henrique. (FONTE: VISÂO)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s