A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafon

Acredito que existem livros que esperam o momento certo para serem lidos, tenho a certeza de que foi isso que aconteceu com este (A Sombra do Vento), que esperou seis anos que eu o descobrisse…

A Sombra do ventoCarlos Ruiz Zafón, transporta-nos à Barcelona da primeira metade do Século XX, onde  Daniel Sempere  pela mão do seu pai descobre “O cemitério dos livros esquecidos”. Realizam então uma espécie de ritual mágico e o rapaz descobre um misterioso livro.
Um livro que Daniel devora num ápice e que recusa vender seja a quem, for. Até que um dia começa a ser perseguido por Lain Coubert, um dos personagens, Coubert pretende que o jovem lhe entregue o livro para o destruir. É impossível voltar atrás pois já está demasiadamente envolvido… Daniel decide então aprofundar a misteriosa história de Julian Carax o homem que supostamente escreveu “A Sombra do Vento”

Mistério, Policial, Romance, Politica, Sexo, 1001 géneros misturados numa história original e viciante, um livro que nos fala de descobertas de perdas, de reencontros e de…

Para quem já o leu, sabe que é impossível ficar indiferente a “A sombra do vento” queremos chegar ao fim o mais rapidamente possível,  mas ao mesmo tempo, voltar atrás e esticar ao máximo para que não se vá embora. Senti uma empatia enorme com este mundo e com os seus personagens, de salientar o engraçado Firmin Romero de Torres um dos personagens que mais me cativou ao longo das quase 500 páginas de verdadeiro prazer, um livro que recomendo para ler e reler. É simplesmente brilhante.

Numa ocasião ouvi um cliente habitual comentar na livraria do meu pai, que poucas coisas marcam tanto um leitor, como o primeiro livro que realmente abre caminho até ao seu coração, aquelas primeiras imagens o eco dessas palavras, que julgamos ter deixado para trás acompanham-nos toda a vida e esculpem um palácio na nossa memória, ao qual mais tarde ou mais cedo - não importa quantos livros leiamos quantos mundos descubramos tudo quando aprendamos ou esqueçamos vamos regressar (....)

Sinopse:
Numa manhã de 1945 um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso, oculto no coração da cidade velha: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona.
Juntando as técnicas do relato de intriga e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, “A Sombra do Vento” é sobretudo uma trágica história de amor cujo o eco se projecta através do tempo. Com uma grande força narrativa, o autor entrelaça tramas e enigmas ao modo de bonecas russas num inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, numa intriga que se mantém até à última página.

Anúncios

6 thoughts on “A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafon

  1. Agora é que tu me tramaste, Nuno 🙂
    A minha “pilha de espera” estava em 16 livros e agora vai subir para 17, em vez de descer 🙂
    a sério, esse livro tentou-me mesmo…
    um abraço

  2. Quando comecei a minha aventura de leitura de livros em celular, A sombra do vento eu coloquei na estante, ao lado de Eça de Queiroz, Graciliano Ramos e Machado de Assis. Foi uma grande surpresa para mim. Li e posso afirmar: algum dia relerei, como faço com toda boa leitura.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s