A Fúria dos Reis – George R.R. Martin

Quando um cometa vermelho surge nos céus de Westeros encontra os Sete Reinos em plena guerra civil. Os combates estendem-se pelas terras fluviais e os grandes exércitos dos Stark e dos Lannister preparam-se para o derradeiro embate.No seu domínio insular, Stannis, irmão do falecido Rei Robert, luta por construir um exército que suporte a sua reivindicação ao trono e alia-se a uma misteriosa religião vinda do oriente. Mas não é o único, pois o seu irmão mais novo também se proclama rei, suportado por uma hoste que reúne quase todas as forças do sul. Para pior as coisas, nas Ilhas de Ferro, os Greyjoy planeiam a vingança contra aqueles que os humilharam dez anos atrás.O Trono de Ferro é ocupado pelo caprichoso filho de Robert, Joffrey, mas quem de facto governa é a sua cruel e maquiavélica mãe. Com a afluência de refugiados e um fornecimento insuficiente de mantimentos, a cidade transformou-se num lugar perigoso, e a Corte aguarda com medo o momento em que os dois irmãos do falecido rei avancem contra ela. Mas quando finalmente o fazem, não é contra a cidade que investem…O que os Sete Reinos não sabem é que nada disto se compara ao derradeiro perigo que se avizinha: no distante Leste, os dragões crescem em poder, e não faltará muito para que cheguem com fogo e morte!

OPINIÃO

CONTÉM SPOILERS

Um enorme cometa vermelho é avistado nos céus de Westeros dando assim início ao 3º volume de “As crónicas de gelo e fogo”.

O mesmo cometa acaba por se tornar um presságio para cada um dos personagens, pois cada um o interpreta à sua maneira.

Uma coisa é certa a guerra nos Sete Reinos está eminente e será inevitável.

O Autor aproveita para introduzir novos personagens agora que Lorde Stark e o rei Robert Baratheon foram eliminados da trama e aproveita para vincar ainda mais os laços que o leitor criou com os personagens que transitaram do 1º volume (1º e 2º na edição Portuguesa).

Não será difícil percebermos quem irá continuar na trama, mesmo tendo já lido as sinopses e críticas dos próximos volumes onde uma coisa é unânime… Martin gosta de trocar as voltas aos seus leitores. Será que ainda me conseguir surpreender tendo eu conhecimento deste facto?

E assim à semelhança dos livros anteriores vamos avançando na história, personagem a personagem capitulo a capítulo. De Stannis a Renly (os dois irmãos do falecido rei usurpador) que irão lutar entre si pelo trono de ferro.

Theon Greyjoy o protegido de Eddard Stark toma também um lugar de destaque ao revoltar-se contra Winterfell.

Sansa Stark é daquelas personagens que nos volumes não me conseguiu arrancar qualquer espécie de simpatia, não só pela sua ingenuidade exagerada como por ser uma personagem irritante a ponto de merecer um bom correctivo o que chega nesta “Fúria dos Reis” mas agora passamos a torcer por ela, com vontade de que consiga uma forma de castigar o jovem “novo” Rei Joffrey que se torna num dos personagens mais odiosos deste volume.

Jon Snow o bastardo que continua a sofrer um processo de amadurecimento rápido e que se prepara para defrontar “Os Outros”.

Tyrion Lannister (o Anão) que estando bem com Deus e com Diabo vai conseguindo tomar um verdadeiro lugar de destaque nesta história.

Arya que continua a ser para mim uma das mais simpáticas e importantes personagens desta história inicia “um longo” caminho de regresso a Winterfell. (acredito que tão cedo não consuga lá chegar) esta é daquelas personagens que tenho a certeza serem decisivas para história. (espero não me enganar)

Bran Stark perde um pouco a simpatia e o brilho do 1º volume.

E finalmente Daenerys outra das personagens que mais me agrada nas Crónicas de Gelo e Fogo tem vindo a crescer e espero que consiga regressar aos Sete Reinos para recuperar o que é seu por direito.

para finalizar a minha opinião creio que “A Fúria dos Reis” é apenas um livro de transição para o seguimento desta aventura, e não sendo tão empolgante como os seus antecessores a paciência na sua leitura acaba por compensar. São os pormenores muitas vezes que nos fazem descobrir coisas muito importantes numa história. 

 CLASSIFICAÇÃO: 14 / 20

Deste Livro:

– Os homens de Westeros estão sempre com pressa – lamentou-se Salladhor Saan – De que serve pergunto-vos? aquele que se apressa na vida, apressa-se a chegar à sepultura (…)

A Fúria dos Reis – George R.R. Martin – Página 134

Anúncios

3 thoughts on “A Fúria dos Reis – George R.R. Martin

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s