Livros da minha Infância (2) – Márcia Balsas

Artigo Página a Página : Setembro de 2011

A autora dos blogues Planeta Marcia  e  Fugir para Ler  aceitou o meu desafio e fala dos livros que marcaram a sua infância.

* * *

Os livros são, desde sempre, os presentes que me deixam mais feliz. Já gostava de livros quando ainda nem sabia ler, mas todos os dias o meu pai me lia uma história antes de dormir. Pequenita e ensonada ficava encantada a ouvir as histórias e a imaginar países distantes com príncipes, princesas, fadas e bruxas.

Aprendi a ler com grande facilidade e rapidamente comecei a coleccionar livros. Existem na minha família diversos amantes de livros, e tinha a sorte de os receber com frequência nos aniversários e Natais.

Cresci na Figueira da Foz, local onde está a casa da minha família e onde são religiosamente guardadas as minhas preciosidades literárias da infância. A maioria dos meus amiguinhos também gostava de livros, eram para nós um divertimento à altura de qualquer outra brincadeira. Tenho pena da distância e dos percursos distintos que tomámos, pois actualmente relaciono-me com muito poucos apreciadores de livros (excepto de forma virtual que, apesar de não ser a mesma coisa, sempre vai colmatando esse vazio).

Os primeiros livros que li tinham obviamente mais imagens do que letras. Lembro-me de os ler horas a fio, muitas vezes terminava e voltava logo ao início, encantada com as gravuras e com o que imaginava através das frases.  “O Casamento dos Passarinhos” era um dos meus favoritos nesta fase, mas havia mais como “Os Fatos Novos do Imperador” e os da Cristina (“Cristina Aprende a Nadar” e “Cristina Professora”). Agora, ao escrever este texto consigo lembrar-me de várias passagens e, inevitavelmente, sorrio com estas recordações tão queridas.

Um grande favorito era também o “365 Histórias de Encantar”, foi-me oferecido por uma professora primária e permitia a leitura de uma história por dia, coisa que nunca acontecia pois eu lia uma série de histórias de seguida.

9722203959Posteriormente fiz algumas colecções por iniciativa dos meus pais, que sempre me incutiram o gosto pela leitura. O meu pai comprava-me livros de aventuras, fez-me a colecção completa dos livros do Petzi, que nos proporcionou divertidíssimos momentos de leitura juntos. Já minha mãe, mais inclinada para os chamados “livros para meninas”, comprava-me livros da “Anita”. Gostava de ambos, possivelmente esta é uma das bases das leituras polivalentes que sempre fui fazendo, sem nunca me dedicar a um único estilo e tendo sempre vontade de conhecer coisas diferentes.

Fui crescendo e o género de livros foi mudando, adaptando-se à minha idade e às consequentes novas necessidades. Curiosamente comecei a ler livros que já existiam na infância dos meus pais e que continuaram a ser editados, como é o caso dos “Cinco” e dos “Sete”. Divertia-me muito com estas aventuras, sempre curiosa com o desfecho final. Por influência da minha tia (mais uma leitora compulsiva) alarguei os meus conhecimentos nos livros da Enid Blyton e fiquei completamente fã da colecção “As Gémeas”. Este ano alguns dos livros da Enid Blyton foram novamente editados, com umas capas mais atractivas e tipo de letra mais actual. Não tenho noção se esta “nova” colecção tem tido uma boa recepção pela nova geração de leitores, mas é quanto a mim, uma aposta excelente.

*

Como não podia deixar de ser, e à semelhança de quase todos os meninos da minha idade, coleccionava e lia os livros de “Uma Aventura”. Mas estes são apenas alguns exemplos pois fiz dezenas de colecções de literatura infanto-juvenil: “Carlota”, “Sissi”, alguma banda desenhada, livros educativos sobre diversos temas como Geografia, Robótica, Corpo Humano, O Universo, etc.

A certa altura os meus pais começaram a comprar-me outro tipo de livros, já que eu normalmente lia um livro de “Uma Aventura” no próprio dia em que mo compravam, já estava a precisar de saltar mais um degrau. Ofereceram-me então alguns clássicos em formato para criança, se é que isto se pode dizer assim. Eram uma espécie de resumo de livros conhecidos e conceituados como é o caso de “Jane Eyre” e “Mulherzinhas”. Gostei destas leituras mas continuava a ler tudo muito depressa, continuava a ler os livros novos com muita rapidez e logo ficava sem nada para ler, o que me deixava verdadeiramente desanimada.

1268301204_69320945_1-Fotos-de--Livros-Uma-AventuraPerante este cenário o meu pai sugeriu que eu lesse um Romance; um livro mais longo que duraria de certeza mais de um dia, e havia vários por onde escolher em minha casa… devia ter cerca de 13 anos quando li “O Crime do Padre Amaro” de Eça de Queiroz. Foi uma experiência completamente diferente para mim, apesar de não ser para a minha idade permitiu-me imaginar e viver muitas mais coisas do que os livros que tinha lido até então.

Desde essa altura têm sido centenas os livros que me acompanham diariamente e preenchem a minha vida de uma forma inigualável. Sou sem dúvida mais criativa, sonhadora, aventureira e perspicaz graças ao poder dos livros em estimular e desenvolver estas aptidões.

Os livros marcam-me desde a infância e tiveram um papel importante no desenvolvimento da pessoa que sou hoje. Gostava de ver nos jovens pais de hoje o carinho, cuidado e atenção em escolher livros para os filhos como eu tive dos meus pais. Foi possivelmente o melhor investimento que fizeram em mim.

Anúncios

6 thoughts on “Livros da minha Infância (2) – Márcia Balsas

  1. Também eu tive alguma da sorte que tu tiveste, apesar de apenas do parte da minha mãe, que sempre gostou de ler e o facto de o fazer muito mais rápido que eu era um verdadeiro incentivo para que o fizesse também.

    Esse gosto cresceu comigo mas o facto da minha família não ter possibilidades para me comprar livros que não fossem escolares, fez com que apenas lê-se avidamente os da (pequeníssima) biblioteca da escola e os d’Aventura, emprestados por um primo meu.

    Mais tarde apanhei uns 2 da Júlia (Halequin) e li-os e reli vezes sem conta, por não ter outros para ler. Apenas quando comecei a trabalhar é que então comecei a comprar alguns. Agora tenho muito mais do que o meu tempo me permite dedicar à leitura.

    Apesar de infantis, a minha filha já deve ter quase tantos como eu e apesar de ainda só ter 18 meses, são o seu “brinquedo” preferido e tenho muitas vezes que a impedir de os tirar todos da estante, tal é a vontade de estar agarrada a eles.

    Isto tudo para dizer, que sou uma mãe com muita vontade que a minha filha goste de ler e que, no que depender de mim (já que o pai, apesar de não se opôr, não gosta de ler), nunca lhe faltem livros para ler.

  2. Eu também adoro livros: infantis, de acção, policiais, romanticos, ficção científica, biografias, suspense…gosto de todos os géneros :). Tenho centenas de livros em casa e a minha filha vai pelo mesmo caminho, tem apenas se te anos mas já tem uma colecção de livros invejável, ultimamente anda a ler o Diário de Um Banana, enquanto lê dá gargalhadas sonoras e dá-me gozo vê-la divertir-se com a leitura.
    Quando eu era mais nova nunca largava os livros, mesmo quendo ia almoçar ou jantar levava um livro e muitas vezes lia de noite debaixo dos lençois com uma lanterna para os meus pais não saberem que eu ficava acordada até altas horas para ler…ler para mim era um “vicio”. O último livro que li foi viciante :”Antes de Adormecer”, adorei-o, e foi no bloga da Marcia (Planetmarcia) que eu o ganhei :). Muito obrigada por me ter proporcionado momentos de puro prazer.

  3. Fico feliz por ter vindo a “conhecer” mais pessoas que retiram um prazer da leitura tão grande como eu. Sem dúvida que foi na infância que tive das pincipais bases para a leitora que sou hoje. Mais feliz ainda fico por escrever sobre livros e ser lida por pessoas com que afinal tenho tantas afinidades. Os meus parabéns por incutirem este gosto nas vossas crianças.
    Quanto a “Antes de Adormecer”, ainda bem que gostou Isabel. É um livro fantástico!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s