Xeque ao Rei | Joanne Harris

xeque ao reiEste Xeque ao Rei é o 3º livro que leio desta autora de quem já tinha lido “Chocolate” e “Vinho Mágico” (este último em 2003), contas feitas, regressei aos livros de Joanne Harris após 11 anos de «abstinência».
Guardo porém boas recordações dos livros anteriores mesmo ao fim de todos estes anos. De Chocolate, guardo memórias intensas de cheiros e sabores e de uma história de procura e reencontro que mais tarde foi completada com a versão cinematográfica do filme com o mesmo nome. (Chocolate é definitivamente um livro a reler… um dia).
Vinho Mágico, gostei, pela originalidade de colocar uma velha e resistente garrafa de vinho a falar e a pensar, sempre atenta aos pormenores e ao passar do tempo.

Xeque ao Rei foi uma leitura imprevista, visto ter adquirido o livro, numa feira de usados a um preço muito simpático, gostei muito da sinopse que me remeteu aos segredos e ás histórias de mistério nos tradicionais e velhos colégios privados ingleses.
Fui vivamente aconselhado a ler a versão em Inglês, sempre de forma muito entusiasmante, nunca me quiseram dizer o porquê… mas garantiram-me que iria ter uma grande surpresa!
Confesso que quando iniciei a leitura de Xeque ao Rei, julguei que as recomendações para o ler na sua versão original, se prendiam sobretudo, com os habituais trocadilhos em Inglês que se tornam difíceis de traduzir ou fazer sentido em Português.
Mais à frente julguei que se prendia com as peças do jogo de Xadrez, que faziam efectivamente mais sentido no original perante a narrativa.
Não podia estar mais enganado! Há muito que não me deixava enganar por um livro desta maneira… Meu Deus! posso garantir que é surpreendente!
Só após terminar o livro percebi o porquê de ler em Inglês! Mas o tradutor conseguiu contornar e bem esse “pequeno/grande” detalhe.
Escrito de uma forma muito original, Xeque ao Rei tem capítulos curtos, sempre envoltos em mistério deixando o leitor agarrado e a salivar por mais, aguardando com expectativa o porquê de tão premeditada vingança.
Contado a duas vozes (a do Peão e a do Rei), a acção decorre entre o presente e o passado e poderá esconder vários motivos… dei por mim a criar 1001 hipóteses para o que poderia ter ocorrido… Resposta: não acertei em nenhuma e espalhei-me ao comprido.
Não irei revelar mais sobre este livro (quem o leu sabe do que falo). recomendo vivamente a sua leitura, em Inglês ou em Português.
Magistral e surpreendente. Um dos melhores livros que li este ano.
Xeque-Mate.

SINOPSE:
Em St Oswald’s – uma selecta escola secundária masculina do Norte de Inglaterra – um novo ano escolar acabou de começar, mas para os seus funcionários e alunos sopram ventos indesejados de mudança. Todo um universo de novas tecnologias e valores se tem vindo a impor e Roy Straitley, professor de Latim, excêntrico e já veterano na escola, sente-se excluído e, ainda que de forma relutante, capaz de contemplar a hipótese de se reformar. Mas, por detrás das pequenas rivalidades, disputas infantis e crises quotidianas da escola, agita-se algo mais sombrio. E um rancor, secreta e cuidadosamente alimentado durante treze anos, está prestes a eclodir. Quem é o misterioso autor das cruéis partidas que estão a tornar-se gradualmente mais violentas – e talvez fatais? E como pode um velho, já obscuro e meio-esquecido escândalo tornar-se na pedra que derrubará o gigante?

Anúncios

5 thoughts on “Xeque ao Rei | Joanne Harris

  1. Olá Nuno :)!
    Espero que este comentário chegue…
    Eu adoro Joanne Harris e há algum tempo que não leio nada dela.
    Quero ler este mas vou ver se o vejo em feiras ou em segunda mão.
    O que tenho para ler é o Cinco Quartos de Laranja.

    beijinhos*

    1. Olá Jojo! Bem vinda de volta (raios partam os anti-virus) já tinha saudades dos teus comentários por cá!
      De facto este livro, de Joanne Harris é fenomenal e como disse: Uma das melhores leituras de 2014 (embora não seja uma novidade) para mim foi.
      Pelo que fui lendo, Cinco Quartos de Laranja, é muito o género deste livro. Também lerei (pelo menos fiquei com vontade).
      Espero não ficar mais 10 anos sem ler nada de JH.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s