A Família do Ano

Entre uma Conversa e um Gin. Entre um Fado e um Sorriso. Entre a Ternura e o Amor.
Entre lágrimas e uma qualquer garrafa de vinho  numa noite a velar por ti (Não o Esquecerei)
Estou cá para continuar a dar novos caminhos aos nossos caminhos

Todos vocês já devem ter reparado que não sou um gajo normal… e mesmo à distância não sou… (sofro de uma pancada qualquer… mas a fábrica já não aceita devoluções)
Acho que nunca serei um tipo normal, Continuo a recusar-me a ser aquilo que não sou, a fazer aquilo que esperam de mim, a dizer o que esperam que diga… Nah! isso não é para mim. (não é para nós).

Não estou propriamente no sítio onde deveria estar, apenas estou onde as minhas acções e decisões me levaram. Não são as perfeitas, não são as ideais, mas ainda assim são as minhas terei de (saber) viver com elas.
Não sou uma má pessoa por ter tantas vezes feito e dito coisas erradas.

A Família é aquela que nos é destinada… (no meu caso gosto muito da minha), mas pode ser alargada não pode? E todos Vocês têm alargado a minha. (cada um à sua maneira) A Família é aquela que escolhemos, aquela que o nosso coração e as nossas emoções deixam entrar.
Cada um de vós à sua maneira entrou de mansinho e tem feito com que a minha vida, seja um bocadinho melhor.

Nunca fui homem de desistir nem de “fugir” aos problemas e desafios que a vida me coloca, apenas me refugiei e de certa forma me escondi por demasiado tempo.
Estou a aprender novamente o poder da amizade. Quando o souber fazer… estarei curado. 
E aí estarei finalmente de bem com a vida. E comigo mesmo. Continuo a acreditar que um dia lá chegarei…. Onde? não sei… Só sei que lá chegarei.

Não preciso de agradecimento, quero apenas um sorriso e um abraço, um gosto de ti (chega para começar).

Quero que saibam, que são especiais e que são importantes para mim.
Para cada um… “Gosto de Ti”

26 Junho 2015 

Anúncios

2 thoughts on “A Família do Ano

    1. Pela Madalena3 deduzo-te…. um beijo do tamanho do globo Carla.
      Obrigado por estares e fazeres parte da minha vida! que nem sempre é cor de rosa, mas faz-se um arco-iris, sempre que se pode

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s