Mês: Agosto 2015

#Estórias de Mim – Ir ou Ficar?

ir(es) ou Ficar(es)?  – Eis a Questão.  A nossa questão…

 

Partir ou Ficar?
Gostava que… Que me entrasses novamente olhos dentro e me trespassasses de sorrisos.
Que chegasses novamente naquela noite escura, onde sem palavras me beijaste em silêncio e com urgência. Aquela noite onde apenas de carinho te muniste, aquela noite quando me pegaste na mão e nos conduziste.
Onde sem palavras e sem medos juntaste os pedaços do caco que encontraste e que sem pressa voltaste a colar sem saber.

Que me olhasses novamente nos olhos daquela forma e que me voltasses a seguir na escuridão, onde ambos nos perdemos. Uma escuridão onde ambos saciámos a vontade da nossa pequena eternidade.
Gostava que ficasses, como me pediste para ficar naquela noite em que te tentei resistir. na noite em que me reencontrei e me voltei a perder.

Lembro-me de te cravar o olhar e de avançar, corajoso, rumo ao desconhecido numa escuridão que se iluminou de repente e de desejo.
Gostava que te deixasses levar uma vez mais, muitas vezes e que me iluminasses.
Que me despisses, como me despiste… A alma, o muro, a roupa, onde tudo caiu e apenas ficámos os dois. que te perdesses novamente na loucura com te transformaste, com que nos transformaste.

Ir ou ficar(es)? eis a questão… a minha questão.
Por muito que te doa… Queria pedir-te que ficasses.

Nuno Chaves 29 Agosto 2015

 

  • Imagem do artigo Retirada da web

Life is Wonderful

And it takes no time to fall in love
But it takes you years to know what the love is
And it takes some fears before I trust
And it takes those tears to make it rust
And it takes the dust to have it polished

Esperar?

Esperar doí. Esquecer doí... 
E não saber se se deve esperar ou esquecer é a pior das dores.

*

O mundo continua a girar, e pelo menos uma vez por ano irá passar no mesmo lugar.
Acredito que quando se acredita, a espera compensa.
Acredito que não devemos reter palavras, actos ou gestos só porque temos medo.
A espera, o medo, a dor, e a desilusão, fazem parte da vida. Fazem parte de nós (são a outra metade da laranja).
Sem eles, nunca saberemos se valeu a pena a espera.
Acreditar é a resposta. Espera enquanto acreditas.

Nuno Chaves – 28 de Agosto de 2015

Fotografia: “RIR PARA NÃO CHORAR”
© 2015 – Nuno Chaves – Fotografia
Todos os direitos Reservados