Mudar?

Não espero mais. Porque não quero continuar à espera que te lembres de mim. Não quero passar mais noites sozinha, a olhar para o relógio. Não quero ir mas tenho de mudar.

Gil Cardoso © 2015 - www.gilcardoso.net
Gil Cardoso © 2015 – http://www.gilcardoso.net

.

MUDAR? 
Por: Márcia Balsas

Crescer é mudar. É inevitável, disse-lhe eu, naquele dia em que já tinha as malas metidas no carro, o bilhete de despedida escrito, e as lágrimas engolidas no fundo do peito. Despedi-me com um abraço forte, podia ser o último. Senti incompreensão e doeu-me o abraço frio do meu irmão. Mas eu não podia continuar e, naquela manhã, mudei o sentido de tudo.

Passei a noite em branco. A pensar. Caminhei pela casa com os pés descalços e, quando a solidão das paredes me sufocou, abri as janelas e deixei que o frio da noite me libertasse. Gelada, abri gavetas e bati portas, deixei ficar as coisas favoritas para sofrer menos quando estivesse longe, peguei no retrato tirado no dia do nosso casamento e virei-o para a parede, não quis testemunhas da minha última noite na nossa casa.

Não espero mais. Porque não quero continuar à espera que te lembres de mim. Não quero passar mais noites sozinha, a olhar para o relógio. Não quero ir mas tenho de mudar.

Saio cedo porque quero evitar ver-te. A decisão está tomada, saio agora para não desistir de partir. Deixo-te o espaço triste que era meu. Há pão macio no cesto e compotas caseiras na despensa, é preciso mandar arranjar o forno, o Sr. João do quiosque guarda o jornal todos os dias. Não te esqueças de deixar a chave à Eduarda às terças-feiras.

Fujo de ti.

É tarde. Como tantas vezes foi tarde e eu fiquei. Pela janela é noite, e nos vidros apenas o reflexo das luzes cá de dentro. Deixei que todos fossem embora. Ninguém estranhou que eu ficasse, por quase sempre ficar. Habituaram-se. Gosto do silêncio que fica quando todos saem, do momento em que os computadores são desligados e as luzes apagadas. Antes de retomar o trabalho fico sempre a gozar esse momento em que o som se extingue e a porta bate pela última vez.

Levanto-me e faço um café. Habitualmente procuro guloseimas escondidas no armário, respiro fundo e sorrio pela sensação que antecipa a minha entrega às tarefas a que, agora, me posso dedicar sem pressa. Gosto de me embrenhar nos cálculos minuciosos sem que o telefone me interrompa constantemente. Sem que a secretaria venha a toda a hora pedir assinaturas anulando a minha linha de raciocínio.

Contudo, hoje não fiquei para trabalhar. Hoje é o meu último dia aqui, ou melhor, a última noite. Fiquei para limpar as gavetas, para arrumar os armários, e para deixar de existir como peça desta organização. Não consigo dizer adeus, por isso sairei antes de ser manhã e todos chegarem. Não te deixarei sozinha outra noite. Não voltarei a chegar tarde porque não irei sequer sair. É tempo de parar, de me aconchegar em ti, de esquecer os números e viver. Crescer é mudar.

Volto para ti.

Márcia Balsas

MÁRCIA BALSAS

Nasceu a 15 de Agosto em Coimbra em 1977. Actualmente vive no Montijo. Ama os livros.

Escreve sobre os livros que lê. Escrevinha sobre viagens imaginadas. Precisa do silêncio. Procura esquecer o relógio e o telemóvel.

Gosta das redes sociais da vida real, de se sentar e falar olhos nos olhos, de guardar sorrisos e palavras, de preferência na mesa da Roda dos Livros. Precisa da partilha livresca com essa família de leitores anarcas.

Encontrem-na aqui:
Planeta Márcia | Fugir para Ler | Roda dos Livros

Escolha de Márcia Balsas:

logo 6 anos

# 6 Anos – 6 Estórias – Mudar?

© Copyright 2015 | Página a Página e Márcia Balsas
Todos os Direitos Reservados

Fotografias de Ilustração – © Copyright  – Gil Cardoso Fotografia
gilcardoso.net
Todos os Direitos Reservados.

Anúncios

4 thoughts on “Mudar?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s