Eu Fui Noutra Vida…

01.jpg

*

Sem ti não me vou daqui embora, entre o ódio e o amor há sempre uma história que te faz regressar, onde foste feliz.
Eu fui noutra vida um exímio alfaiate, rasguei e cosi corações de pouca sorte; Joguei e perdi: O meu lugar no céu

Eu fui noutra vida, um pedaço de ti

Contigo aprendi, os vários alfabetos, escrevemos no espaço: gosto de ter por perto.
Hoje descobri que não vou para o céu nem para o inferno, enquanto não chega o inverno para nos molhar

Eu fui noutra vida, um pedaço de ti
E já me esqueci

logo

“EU FUI NOUTRA VIDA”  
© – Nuno Chaves | Fotografia
Released on: 2017/10/05
Alburrica | Barreiro
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Texto: “ALFAIATE”
By: Pedro Tatanka – © 2017

Letra e música: Pedro Tatanka
Arranjos de cordas: João Salcedo
Voz e guitarra – Pedro Tatanka
Piano – Marco Pombinho
Hammond – Diogo Santos
Baixo – Rui Pedro Pity
Bateria – João Freitas
Percussão – Ricardo Coelho Cordas –
Quarteto de Cordas de Matosinhos

Anúncios

8 Anos de Página a Página

2

O tamanho da vida depende muito de nós. Será sempre suficiente para quem vive o presente.
A vida é medida pela riqueza dos momentos que não serão esquecidos.
A todos os que nos últimos 8 anos têm feito o percurso comigo e têm contribuído para que as Páginas sejam um bocadinho melhores, bem hajam.
Parabéns a nós! Passam hoje 8 anos desde o arranque do Página a Página

Todos Temos Uma…

cropped-cropped-cropped-logo-20171.jpg

 

Marcas

Por mais voltas que dês, por mais círculos que possas contornar, por mais pedras que consigas retirar, por mais obstáculos que possas transpor, por mais que erres, por mais que tentes, por mais que limpes, por mais que aprendas; por mais que arranques, por mais que rasgues, por mais que esfregues…
Não desaparecem, não se lavam, não se limpam, não fogem, não se destroem, não se queimam.
há marcas que simplesmente não se arrancam São parte de ti, são parte de nós
Por mais que vivas.
Sou eu. Por mais que tentes; ficam para sempre.

“MARCAS”
Released on: 2017/10/02

© – Nuno Chaves | Fotografia

Quinta Braancamp – Alburrica

Barreiro Antiga Sociedade Nacional de Cortiças
Texto: Nuno Chaves – (Setembro de 2016)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS