Fernando Nobre

Humanidade – Fernando Nobre

«A razão deste livro é simples: ser um espaço de liberdade e de total frontalidade, onde exprimo, sem constrangimentos nem rodeios ou intermediários, as minhas reflexões e pensamentos mais enraizados sobre os desafios, ameaças e esperanças globais que me interpelam enquanto cidadão do Mundo e português, consciente dos meus deveres de alertar consciências após mais de trinta anos de deambulações pelas quatro partidas do Mundo. Tal responsabilidade obriga-me a dizer e escrever exactamente aquilo que penso em nome da Humanidade, pois só perante ela me sinto obrigado: não posso esperar ter cem anos para o fazer! O meu lema resume-se a uma postura simples: recuso acomodar-me e não aceito inevitabilidades ou fatalismos. Nem em nome do universo, do planeta, da Europa ou de Portugal. Neste Mundo cheio de desafios e ameaças, porque em mudança instável, acelerada e multifacetada, onde o efémero nos quer engolir triturando os nossos valores, as nossas poucas certezas e a nossa ética, ainda há esperanças.»

Fernando Nobre: Nasceu em Angola, em 1951. Aos 12 foi viver para o Congo. No total foram 16 anos em África. Estudou na Bélgica, onde acabou por passar cerca de 20 anos em Bruxelas. Desde que se recorda sempre quis ser médico. Fez primeiro toda a especialidade em cirurgia geral e urologia. Dezasseis anos de formação especifica, para optar pela medicina humanitária e desistir da ideia de ser professor na Faculdade de Medicina. Participou nos Médicos Sem Fronteiras entre 1977 e 1983. É actualmente o Presidente Assistência Médica Internacional. Já participou em mais de 100 missões de ajuda humanitária. Fernando Nobre chegou ao 25º lugar da lista de “Os Grandes Portugueses”, programa da RTP1. Fernando Nobre está sempre pronto a partir em missões de emergência médica, ou para ‘visitar os projectos permanentes da AMI. É sempre em Portugal o primeiro a mandar ajuda em caso de catástrofe natural.

Contra a Indiferença (Blogue do Autor):

A Entrevista na Livraria Ideal (TVI24):