Novos Vizinhos nas Estantes

biblioteca

Novos Vizinhos na Estante- Janeiro 2017

No início de cada ano costumo fazer uma espécie de reset no “contador de quilómetros”  nas minhas leituras, uma espécie de “recomeçar”. Janeiro já lá vai  e com ele chegaram novos livros às (minhas) estantes.
Para um livrólico assumido e que gosta de partilhar as leituras que faz, aqui ficam os três primeiros livrinhos que chegaram em 2017.
São os novos vizinhos nas estantes do Página a Página, que agora publico mensalmente.
E comecei bem 2017! Num tempo em que se voltou a falar de George Orwell e no seu famoso romance “1984” releio “O Triunfo dos Porcos” que agora adquire muito justamente o seu título original (The Animal Farm)
Este é o primeiro volume que dá o pontapé de saída a uma grande e louvável iniciativa da Revista Visão “Ler faz Bem”. 1 novo livro todos os meses.
Regresso à série Sebastian Bergman na qual me estreei com Segredos Obscuros o ano passado.
E para fechar Janeiro, adquiri o volume três da nova colecção “Miniatura” da Livros do Brasil, que me transporta de novo a um tempo que já lá vai! agora debaixo da alçada da Porto Editora a nova colecção promete fazer regressar grandes títulos em formato e preços reduzidos! Venham eles.

São estas as grandes estórias que me vão acompanhar neste 2017 (Já a chegar a Março)
Grandes Viagens – Bons livros para ler.

 

a-quinta-dos-animais01. A QUINTA DOS ANIMAIS
de George Orwell
Páginas: 134
Colecção: Ler faz Bem
ISBN: 9789898851109

Cansados da exploração a que os humanos os sujeitam, os animais revoltam-se e tomam o poder na Quinta do Infantado. Libertos da escravatura, organizam-se sob uma única lei: todos os animais são iguais. Rapidamente, no entanto, começam a surgir abusos de poder e os ideais da revolução são esquecidos. Após a sua experiência na Guerra Civil de Espanha, George Orwell quis alertar para a forma como a União Soviética de Estaline estava a corromper os ideais socialistas. Fê-lo através desta fábula distópica, projectando nos animais as inclinações mais obscuras das sociedades humanas.

◊ ◊ ◊

o-discipulo02. O DISCÍPULO
de Michael Hjorth, Hans Rosenfeldt
Páginas: 672
Série: Sebastian Bergman – Volume 2
ISBN: 9789896650667

Numa Estocolmo em chamas, assolada por uma onda de calor, várias mulheres são encontradas brutalmente assassinadas. Os assassinatos têm a marca de Edward Hinde, o assassino em série preso por Bergman há quinze anos, e que continua detido. Sendo um incontestável profiler e perito em Hinde, Sebastian é reintegrado na equipa, e não demora muito a perceber que tem mais ligações com o caso do que pensava. Todas as vítimas estão diretamente ligadas a eles. E a sua filha pode estar em perigo.

◊ ◊ ◊

a-um-deus-desconhecido03. A UM DEUS DESCONHECIDO
de John Steinbeck
Páginas: 280
Colecção: Miniatura (Livros do Brasil)
ISBN: 9789723829822

As antigas crenças pagãs, as grandes epopeias gregas e os relatos da Bíblia servem de base a este romance extraordinário, que Steinbeck demorou cinco longos anos a escrever. Cumprindo a promessa feita ao pai antes da sua morte, Joseph Wayne parte para o Oeste com o desejo de criar uma quinta próspera na Califórnia. Aí encontra uma bela e imponente árvore e acredita estar nela incorporado o espírito do pai. Os irmãos e respetivas famílias, que foram viver com ele, beneficiam dos êxitos e da prosperidade de Joseph, e a quinta cresce — até um dos irmãos, assustado pelas suas crenças pagãs, decidir cortar a árvore, fazendo com que a doença e a fome se abatam de súbito sobre todos eles. A Um Deus Desconhecido é um romance quase místico, que tem por tema central o modo como os homens tentam controlar as forças da natureza e ao mesmo tempo compreender a sua relação com Deus e com o inconsciente.

principe-de-fogo

#Novos Vizinhos nas Estantes – 15/2016

Ainda ando ás voltas aqui no blogue com os artigos de 2016… A falta de tempo, aliada à preguiça, não me têm ajudado a manter  o ritmo e a regularidade de partilha que gostaria.
Deixo aqui aquele que é o último “Novos Vizinhos nas Estantes” do ano passado. Num total de 15 novos livros adquiridos, num ano que “forçosamente” me portei muito bem no que nas visitas ás livrarias diz respeito.
Poderão neste link ver os 15 livros que me chegaram ás mãos em 2016.
Boas leituras a todos!

Mais um livro da saga do agente Gabriel Allon que deverei ler neste 2017 que já vai lançado:

Sinopse:
Gabriel Allon, um ex-agente da Mossad convertido em restaurador de arte, está de regresso a Veneza, quando uma terrível explosão em Roma o conduz a uma perturbadora revelação: a existência de um dossier em mãos terroristas que revela os seus segredos e expõe a sua verdadeira história. Apressadamente chamado a Israel, regressa mais uma vez ao seio da organização que tinha escolhido esquecer. Allon vê-se em perseguição de um cabecilha terrorista através de uma paisagem embebida no sangue derramado por várias gerações. E quando por fim se dá o confronto, não é só Gabriel que corre o risco de ser eliminado — pois não é apenas a sua história que é posta a nu.

ISBN: 9789722525923
Editor: Bertrand
Páginas: 320

 

#Novos Vizinhos nas Estantes – 14/2016

Uma das prendas que encontrei no sapatinho no último Natal, foi um dos livros que fazia parte da whishlist do ano passado. Vencedor do Prémio Leya 2015 “O Coro dos Defuntos” de António Tavares que também já tinha sido finalista do mesmo prémio em 2013 com “As Palavras que me deverão guiar um dia” entretanto publicado.
O Coro dos defuntos é também a 1ª leitura de 2017.

o-coro-dos-defuntos

Sinopse:
Vivem-se tempos de grandes avanços e convulsões: os estudantes manifestam-se nas ruas de Paris e, em Memphis, é assassinado o negro que tinha um sonho; transplanta-se um coração humano e o homem pisa a Lua; somam-se as baixas americanas no Vietname e a inseminação artificial dá os primeiros passos.

Porém, na pequena aldeia onde decorre a acção deste romance, os habitantes, profundamente ligados à natureza, preocupam-se sobretudo com a falta de chuva e as colheitas, a praga do míldio e a vindima; e na taberna – espécie de divã freudiano do lugar – é disso que falam, até porque os jornais que ali chegam são apenas os que embrulham as bogas do Júlio Peixeiro. E, mesmo assim, passam-se por ali coisas muito estranhas: uma velha prostituta é estrangulada, o suposto assassino some-se dentro de um penedo, a rapariga casta que colecciona santinhos sofre uma inesperada metamorfose, e a parteira, que também é bruxa, sonha com o ditador a cair da cadeira e vê crescer-lhe, qual hematoma, um enorme cravo vermelho dentro da cabeça.

Quando aparece o primeiro televisor, as gentes assistem a transformações que nem sempre conseguem interpretar…

 

#Novos Vizinhos nas Estantes – 13/2016

O que define um livro grande de um grande livro?
O sonho, a inquietação, a viagem o não esquecimento.

o-labirinto-dos-espiritos

15 anos depois de “A Sombra do Vento” as luzes apagam-se, a música cala-se, a plateia esvazia-se.
Uma história não tem princípio nem fim, só portas de entrada. A única coisa que importa é a miragem que ficou gravada no teatro da imaginação que todos os leitores têm na mente

Sinopse:
Na Barcelona de fins dos anos de 1950, Daniel Sempere já não é aquele menino que descobriu um livro que havia de lhe mudar a vida entre os corredores do Cemitério dos Livros Esquecidos. O mistério da morte da mãe, Isabella, abriu-lhe um abismo na alma, do qual a mulher Bea e o fiel amigo Fermín tentam salvá-lo.

Quando Daniel acredita que está a um passo de resolver o enigma, uma conjura muito mais profunda e obscura do que jamais poderia imaginar planta a sua rede das entranhas do Regime. É quando aparece Alicia Gris, uma alma nascida das sombras da guerra, para os conduzir ao coração das trevas e revelar a história secreta da família… embora a um preço terrível.

O Labirinto dos Espíritos é uma história eletrizante de paixões, intrigas e aventuras. Através das suas páginas chegaremos ao grande final da saga iniciada com A Sombra do Vento, que alcança aqui toda a sua intensidade, desenhando uma grande homenagem ao mundo dos livros, à arte de narrar histórias e ao vínculo mágico entre a literatura e a vida.

O LABIRINTO DOS ESPÍRITOS | Carlos Ruíz Zafón – 2016
Planeta © Novembro 2016

#Novos Vizinhos nas Estantes – 12/2016

Um novo habitante muito especial chegou ás minhas estantes, foi com muita satisfação pude juntar-me ao Lançamento de “Avós e Netos no Mediterrâneo” na tarde de 26 de Outubro de 2016 na sede da Associação dos Pupilos do Exército, e desta forma fazer parte da viagem levada a cabo pelo meu meu amigo e mestre Tenente Coronel José Manuel Pedroso da Silva  Homem de múltiplos Talentos por quem tenho muita amizade e estima e que deixará para sempre a sua marca na Heráldica do Exército Português
Uma viagem escrita a 4 mãos e 4 corações.

14705653_1288406347860850_4772883899456131908_n

Uma Avó Fixe
um Avô Sábio
Dois netos contentes, numa viagem sem astrolábio
Diários de Bordo, feitos a pedido
Ilustrações, figuras, desenhos
Cidades com História
Heráldica, Malacologia
Aviões. Filatelia, futebol e amizade
E sempre, Sempre felicidade

#Novos Vizinhos nas Estantes – 11/2016

Chegou ás estantes ” O Último Adeus” título que marca a minha estreia com  Kate Morton. É mais um dos livros que sai da whish list 2016. E que me convenceu inicialmente pela sinopse e posteriormente pelas opiniões dos Livrólicos que habitualmente sigo e também pelo rating com que está classificado no Goodreads.
Um livro recomendado para os que gostam de ler e para os que não costumam ler!
É ler para crer!

o último adeus

Todas as famílias têm segredos e basta um só dia para tudo mudar.

Um Menino desaparecido
Junho de 1933, em Loeanneth, a mansão de campo da família Edevane. Tudo está limpo e a brilhar, a postos para a tão esperada festa do Solstício de Verão.
Alice Edevane, jovem de dezasseis anos que promete ser uma grande escritora, está especialmente empolgada. Não só encontrou o enredo perfeito para o romance  que está a escrever , como também se apaixonou perdidamente por quem não devia. mas quando a meia-noite chega e os fogos de artifício iluminam o céu, a família Edevane terá sofrido uma perda tão grande que a fará abandonar Loeanneth para sempre…

Uma casa abandonada
Setenta anos depois Sadie Sparrow, investigadora da Scotland Yard, na casa do avô, na Cornualha a cumprir um período de descanso forçado.
Um dia por mero acaso, chega a uma velha casa abandonada rodeada de jadins silvestres e frondosos e descobre a história de um menino desaparecido sem deixar rasto…

Um Mistério por resolver
Entretanto no sótão de uma elegante casa, a formidável Alice Edevane, já velha, leva uma vida tão cuidadosamente planeada como os romances policiais que escreve. Até que uma jovem detective começa a fazer perguntas sobre o seu passado familiar, na tentativa de esclarecer a intrincada teia de segredos que Alice tentou fugir a vida toda.

O ÚLTIMO ADEUS | Kate Morton – 2015
Suma de Letras © Novembro 2015

 

#Novos Vizinhos nas Estantes – 10/2016

Ainda no rescaldo do meu aniversário, mais um livrinho que me foi oferecido aqui por casa.
Estou bastante curioso acerca desta nova série (para mim) pelas excelentes opiniões que tenho lido. Trata-se da série “Sebastian Bergman” que conta já com um 2º volume (O Discípulo) editado em Portugal.
Enquanto aguardo o 6º Volume da série Joona Linna da dupla Kepler editado na Suécia ainda este mês, avanço ainda em Outubro para esta dupla de escritores também eles Suecos. A Sinopse promete, muitas surpresas e muita emoção. (Aquilo que se pede)

segredos-obscuros

Toda a gente tem segredos, e há quem faça tudo para os manter escondidos

SEGREDOS OBSCUROS | Michael Hjorth, Hans Rosenfeldt
Sinopse: Sebastian Bergman é um homem à deriva. Psicólogo de formação, trabalhava como profiler para a polícia e era um dos grandes especialistas do país em serial killers. Perdeu tudo quando o tsunami no continente indiano lhe levou a mulher e a filha. Tudo muda com uma chamada para a polícia. Um rapaz de dezasseis anos, Roger Eriksson, desapareceu na cidade de Västerås. Organiza-se uma busca e um grupo de jovens escuteiros faz uma descoberta macabra no meio de um pântano: Roger está morto e falta-lhe o coração. É o momento de Sebastian se confrontar com um mundo que conhece demasiado bem. O Departamento de Investigação Criminal pede ajuda a Sebastian. Os modos bruscos e revoltados de Sebastian não impedem a investigação de avançar. E as descobertas sobre a escola que Roger frequentava são aterradoras.

#Novos Vizinhos nas Estantes – 9/2016

Depois do Aniversário, há sempre novos livrinhos que chegam ás (minhas) estantes…
Para quem me conhece sabe que não é preciso muito para me fazer feliz ou pensar muito na hora de me comprar a prendinha… Livros, continuam a ser os meus Fieis amigos.
Este, foi uma prendinha muito especial, para além de ser fã incondicional dos Kepler e do Inspector Joona Linna, veio das mãos de pessoas muito especiais para mim, numa noite de véspera de anos, marcada pela surpresa e pela felicidade.
Afinal a felicidade é tão simples.

14516572_1264718226896329_5052668975058200744_n-1

Veio acompanhado de um Marcador muito especial para juntar à minha vasta colecção de marcadores.
Estou grato, não apenas pelo livro, mas pelo carinho que veio embrulhado com ele.MARCADORES

STALKER | LARS KEPLER
Sinopse: Um assassino em série aterroriza Estocolmo. Qual voyeurista, ele filma as suas presas, sempre mulheres, na intimidade das suas casas e depois coloca os vídeos no YouTube, enviando em simultâneo um link para o Departamento da Polícia Criminal.
Quando a primeira mulher aparece morta, vítima de um brutal homicídio, a Polícia começa as suas investigações, mas os vídeos que se sucedem não permitem identificar os alvos. Desconfiando de que o marido da segunda vítima, Björn Kern, traumatizado após ter encontrado o corpo da mulher, detém informações cruciais que podem ajudar o caso, a Polícia decide pedir ajuda ao hipnotista Erik Maria Bark. No entanto, aquilo que Björn lhe conta leva Erik a mentir à Polícia.

Se as luzes estiverem acesas, um stalker consegue ver a sua presa do lado de fora, mas, se estiverem apagadas, é impossível ver um stalker que já se encontre dentro de casa. Tranque as portas e corra as cortinas

 

#Novos Vizinhos nas Estantes – 8/2016

O HOMEM DA AREIA

Depois de um extasiante percurso com a Vidente (Opinião em breve) parti sem demora para o Homem da Areia. A dupla Kepler, que acompanho  há uns anos, está novamente de parabéns.

Livros de Lars Kepler no Página a Página:
O Hipnotista | O Executor

Siga-me no GoodReads


SINOPSE: Jurek Walter é um dos assassinos em série mais perigosos e mortais do mundo, um psicopata tão sinistro e tão inteligente como Hannibal Lector. Embora esteja há mais de uma década encarcerado na ala psiquiátrica de um hospital de alta segurança, a Polícia jamais conseguiu desvendar os seus crimes e descobrir o paradeiro das suas inúmeras vítimas. No entanto, quando o jovem Mikael Kohler-Frost, supostamente morto há mais de sete anos, é encontrado a vaguear numa ponte ferroviária, hipotérmico e às portas da morte, o comissário Joona Linna vê-se obrigado a reabrir o caso e a aproximar-se do homem que o privou da sua família, o homem que, mais do que tudo, o deseja morto.

À medida que as investigações avançam, o perigo adensa-se e torna-se imperativo entrar na mente do perigoso assassino, antes que o tempo se esgote…

Tendo já alcançado um tremendo sucesso internacional, O Homem da Areia é o quarto livro da série que tem como protagonista o comissário Joona Linna e que já vendeu mais de 4 milhões de exemplares em todo o mundo

#Novos Vizinhos nas Estantes – 7/2016

maligna

“Algo dentro de mim recorda e não esquecerá…”

Depois de Xeque ao Rei, que quase me levou ao “Orgasmo Literário” volto a apostar na  Britânica Joanne Harris autora de “Chocolate” e Vinho Mágico”
Numa altura em que o calor aperta, nada como um livrinho que nos acompanhe noite dentro, sempre que a insónia bater à porta.

SINOPSE:
Alice e Joe têm em comum a paixão pela arte – ela é pintora e ele é músico – e, em tempos, estiveram também unidos pelo amor que sentiam um pelo outro. As suas vidas seguiram diferentes rumos, mas o reencontro é inevitável. Joe tem agora uma nova namorada, Ginny, que provoca em Alice uma intensa perturbação. A beleza etérea e singular de Ginny repele-a, e o seu sinistro grupo de amigos atemoriza-a.
Os hábitos estranhos da jovem deixam Alice suficientemente inquieta para levar a cabo uma investigação por conta própria. E o que descobre vai mudar tudo. Ginny tem em seu poder um velho diário que conta a trágica história de amor de Daniel Holmes e Rosemary Virginia Ashley, cujo poder de sedução não conhece limites. Só que Rosemary morreu há meio século… mas o seu magnetismo não está certamente extinto.
À medida que as histórias se entrelaçam, passado e presente fundemse; Alice apercebe-se de que o seu ódio instintivo em relação à nova namorada de Joe pode não se dever apenas ao ciúme, já que algo em Ginny a arrasta irremediavelmente para um universo de insondável obsessão, vingança, sedução e sangue…

Boas Férias, bons livros para ler!

MALIGNA | Joanne Harris – (Ed. Portuguesa 2011)

#Novos Vizinhos nas Estantes – 6/2016

0001

Regresso ainda este mês a Joona Linna o Alter Ego da Dupla Kepler, depois de “O Hipnotista” e de “O Executor” chegou bem recentemente às minhas estantes “A Vidente”

Sinopse:
Por todo o mundo, sempre que a Polícia se depara com casos particularmente difíceis, recorre a médiuns e espíritas. No entanto, em nenhum documento figura a colaboração de um médium para a resolução de um crime.»

Flora Hansen diz-se espírita e garante ser capaz de falar com os mortos. Certo dia, ouve na rádio uma notícia sobre o caso de uma jovem assassinada num centro de acolhimento de menores e, na tentativa de ganhar um dinheiro extra, decide telefonar para a Polícia dizendo que o espírito da morta entrou em contacto com ela. No entanto, os resultados da investigação técnica atribuem a autoria do crime a outra das internas, uma jovem sensivelmente da mesma idade, que desde então está a monte.

O comissário da Polícia Joona Linna resiste à versão oficial e inicia uma investigação por sua própria conta. Mas cada nova resposta parece apenas conduzir a um novo enigma e a mais um beco sem saída.

E ninguém se dispõe a ouvir a vidente, embora ela fale com os mortos.

#Novos Vizinhos nas Estantes – 5/2016

IMG_2388.JPG

Acabado de chegar ás minhas estantes está o 10º volume das histórias de Gabriel Allon, vale a pena dar um saltinho ao Hipermercado Continente os livro de Daniel Silva estão a €7.90 euros, ou seja menos de metade do preço.
Vale a pena dar uma Também uma espreitadela aos vencedores do Prémio Leya, com preços bastante convidativos.

Caso_RembrandtSinopse:
Decidido a cortar os laços com o Departamento, Gabriel Allon refugiou-se nos penhascos da Cornualha com a sua bela mulher, Chiara. Mas, uma vez mais, esse isolamento é interrompido por alguém vindo do seu complexo passado: Julian Isherwood, o sedutor e excêntrico negociante de arte londrino. Como de costume, Isherwood tem um problema. E apenas Gabriel o pode resolver. Em Glastonbury, um restaurador de arte é brutalmente assassinado e um quadro de Rembrandt, há muito desaparecido, é misteriosamente roubado. Apesar da sua relutância, Gabriel é persuadido a utilizar os seus talentos singulares para encontrar o quadro e os responsáveis pelo crime. Mas, ao seguir meticulosamente um rasto de pistas com início em Amesterdão, passagem por Buenos Aires e fim numa villa nas margens graciosas do Lago Genebra, Gabriel descobre que há segredos mortíferos associados ao quadro. E homens malévolos por trás deles. Uma vez mais, Gabriel vai ser atraído para um mundo que pensava ter deixado para sempre e deparar-se-á com um elenco extraordinário: uma deslumbrante jornalista londrina, determinada a desfazer o pior erro da carreira, um esquivo ladrão de arte, atormentado pela sua consciência, e um influente multimilionário suíço, conhecido pelas suas boas ações mas bem capaz de estar por trás de uma das maiores ameaças que o mundo enfrenta.